Uma parceria entre Prefeitura de Olímpia, com apoio da Associação Comercial e Industrial de Olímpia (ACIO), e desenvolvido pelo Sebrae de Rio Preto, já possibilitou a capacitação de quase 200 professores da rede municipal de Ensino (1º ao 5º anos) e docentes do Ensino de Jovens e Adultos-EJA, entre 2015 e 2016. Este ano foram 62 capacitados, e no ano passado, 120.

“Do nosso ponto de vista, o Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) faz uma diferença significativa na vida das crianças, em termos de aprendizagem, em termos de expectativa e sonhos para a vida. Nós precisamos que as crianças tenham estes sonhos, para que as movam”, resume a Secretária da Educação, Eliana Bertoncello Monteiro, a respeito do programa.

Feira---EMEB-Jardim-Hélio-Cazarini--(1)

De acordo com o Diretor de Indústria e Comércio, Presidente da ACIO e Chefe-Coordenador do Posto de Atendimento ao Trabalhador-PAT, Flávio Vedovato, o curso promovido em parceria qualifica os professores. “Com professores qualificados, os ensinamentos e conhecimentos adquiridos sobre o empreendedorismo são transmitidos às nossas crianças, ou seja, as crianças serão os futuros empreendedores do município”, acentua.

Durante o período letivo são trabalhados com os alunos temas específicos em cada ano. Para o primeiro ano é “O Mundo das Ervas Aromáticas”; para o segundo ano, “Temperos Naturais”; para o terceiro ano, “Oficina de Brinquedos Ecológicos”; para o quarto ano, “Locadora de Produtos”, e para o quinto ano, “Sabores e Cores”. Ao fim do programa, é realizada uma feira empreendedora pelos alunos.

A respeito das feiras empreendedoras realizadas nas Escolas Municipais de Ensino Básico-EMEB’s Jardim Hélio Cazarini (Cohab III), Santo Seno (Centro II) e Washington Junqueira Franco (Baguaçu), a Secretária da Educação aponta que era muito interessante ver o comportamento dos alunos. “Todos organizados e com funções a desempenhar”, observou.

“Nós vimos como as crianças se identificam, percebe-se claramente a motivação delas, o brilho nos olhos. Aqueles que vendiam, já mostravam um jeitinho para ser comerciante, porque sabiam conversar, oferecer seu produto, explicar as vantagens. Com isso, as crianças tiveram oportunidade de aprender vários conteúdos de forma significativa. Tinham postura, com uma linguagem adequada para o momento de vender, fazer o troco, calcular a despesa e o quanto foi obtido de lucro, além de analisar o que poderia ter sido melhor, o que funcionou”, complementou.

A Diretora da EMEB Jardim Hélio Cazarini, Renata Feliciano Olmedo, ressaltou que a importância do projeto é criar e estimular o interesse das crianças em empreender, fornecendo ferramentas simples e realizando trabalhos nas escolas. “Além disso, com o projeto foi possível um grande crescimento pedagógico, já que envolveu diversas disciplinas, sendo elaborados trabalhos em todas as áreas”, completa a Diretora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here