Depois de confirmar a participação de três grupos do Rio Grande do Sul e um de Santa Catarina, o 55º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia chega à região Centro-Oeste do país. De lá, a Comissão Organizadora acaba de confirmar a presença do Estado de Goiás com o grupo Vilão de Santa Efigênia, da cidade de Catalão.

O grupo, que vem pela primeira vez a Olímpia, foi fundado em 1954, por Joaquim Coelho, também sob influência das festas realizadas em cidades mineiras. A principal característica do Vilão são as manguaras, enfeitadas com fitas coloridas em suas pontas e que chegam a até 2 metros de comprimento.

Além das manguaras, os vilões, dispostos em duas fileiras, também evoluem com facões de madeira, que simbolizam a luta dos escravos. O apito do capitão dá o ritmo das batidas ensaiadas de uma vara na outra e é ele quem puxa o couro de vozes que canta em homenagem a Nossa Senhora. O caixeiro e o sanfoneiro puxam o ritmo.

“Estamos ensaiando quase que diariamente para levarmos para o palco do Festival nossa cultura e nossos costumes. Será uma honra estrearmos no maior encontro da cultura brasileira”, comemora o diretor do grupo, Clésio Arcanjo.

De acordo com o diretor, o Vilão de Santa Efigênia chegará à Capital do Folclore no segundo sábado, dia 10, e fará dois dias de apresentações. No total, são 46 integrantes.

Este é o terceiro Estado do país confirmado no Festival do Folclore de 2019. Na semana passada, a Comissão Organizadora anunciou três grupos gaúchos: o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Passo dos Tropeiros, da cidade de Rolante, que estreia este ano no palco do Festival; o “Trama Arte – Cia de Dança”, da cidade de Viamão, que também vem pela primeira vez a Olímpia; e o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Fagundes dos Reis, da cidade de Passo Fundo, que participou do Fefol de 2016. No início desta semana, foi confirmada a Associação Folclórica “Boi de Mamão do Pantanal”, de Florianópolis, Santa Catarina.

O EVENTO

A Estância Turística de Olímpia, Terra de Águas Quentes e oficialmente reconhecida como Capital Nacional de Folclore, pela Lei Federal nº. 13.566/2017, realiza no mês agosto, mês do Folclore, sua festa maior, recebendo grupos de todas as regiões do Brasil, que mostram sua cultura por meio de músicas, danças, artesanato e culinária.

Com entrada gratuita, a 55ª edição comemora o Jubileu de Orquídea e será realizada de 03 a 11 de agosto, no Recinto de Exposições e Praça de Atividades Folclóricas e Turísticas “Professor José Sant’anna” (Recinto do Folclore), que leva o nome do idealizador do festival.

A grande atração do evento fica por conta das apresentações noturnas de palco de danças e manifestações folclóricas, que encantam o público da festa. Mas, aliado a isso, a programação inclui uma série de atividades como palestras, gincana e oficina de brinquedos tradicionais infantis, exposição de artesanato, culinária brasileira e desfile.

O Festival do Folclore de Olímpia é promovido pela Prefeitura, por meio das secretarias de Turismo e de Cultura, Esportes e Lazer, em parceria com associações culturais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here