A manhã deste domingo, dia 23 de junho, foi marcada por um momento histórico e de muita emoção para cerca de 600 famílias da Estância Turística de Olímpia e do distrito de Ribeiro dos Santos. Isso porque os moradores receberam as escrituras dos terrenos que pertenciam à antiga FEPASA (Ferrovia Paulista S.A.), tornando-se proprietários efetivos dos imóveis. Fotos By Fábio Cross

O Diário transmitiu ao vivo pelas redes sociais com exclusividade toda a cerimônia.

O longo processo de regularização fundiária da área era aguardado por mais de 20 anos pela população, tendo passado por diversas administrações e, finalmente, sido concluído pela atual gestão.

Desde 2017, o prefeito Fernando Cunha esteve empenhado, juntamente com a equipe da secretaria de Assistência Social, em dar seguimento ao processo, conquistando, no decorrer do mandato, avanços importantes como a autorização da doação da área ao município pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU), o registro da escritura no Cartório de Imóveis, o árduo trabalho de desmembramento da área, cadastramento das famílias, recolhimento de documentos e, por fim, a formalização das escrituras individuais.

“É uma satisfação viver este momento com vocês. Poder olhar cada morador e saber o que representa ser proprietário do seu imóvel. Foram longos e árduos anos para que o processo fosse concluído. Lutei e sofri junto com vocês para chegar neste momento. Quero agradecer ao deputado federal Geninho por todo o apoio tanto no Cidade Legal quanto em Brasília. Hoje concluímos um sonho, mas outros serão realizados. Em breve teremos uma nova creche digna dos filhos de vocês. Quero que cada morador saiba que as escrituras são de vocês e vocês merecem ser felizes”, ressaltou o prefeito Fernando Cunha.

A cerimônia de entrega das escrituras foi dividida em dois eventos, sendo que logo pela manhã foram distribuídos os documentos de 43 lotes do distrito de Ribeiro dos Santos e, em seguida, foi a vez dos 424 terrenos do Jardim Boa Esperança, na região do bairro Santa Ifigênia terem a propriedade dos imóveis. A área regularizada corresponde a 85 mil metros quadrados.

“Hoje realizamos um sonho que almejamos faz muitos anos. É com imensa felicidade que entregamos estas escrituras a vocês. Trabalhamos e lutamos com determinação para fazer a regularização fundiária acontecer. Quando andávamos nas ruas sempre éramos cobrados sobre quando seriam donos de seus imóveis e posso enfim dizer que este dia chegou. A entrega das escrituras representa a dignidade da pessoa humana, a inclusão social e o respeito a cada cidadão. Não fizemos nada sozinho, tudo isto é fruto e uma união que tinha o objetivo de estabelecer a regularização fundiária do Jardim Boa Esperança”, afirmou a secretária de Assistência Social, Cristina Reale.

Além do prefeito Fernando Cunha e da secretária Cristina Reale, estiveram presentes no ato o deputado federal olimpiense, Geninho Zuliani, que contribuiu com o processo, a Secretária Executiva do Programa Cidade Legal e representante da secretaria de Habitação do Estado, Daniela Altavista, vereadores, secretários municipais, imprensa, as famílias beneficiadas e comunidade em geral.

“Quero começar agradecendo o empenho de todos e, em especial, do prefeito Fernando Cunha para que as famílias recebessem estas escrituras. Quando cheguei a Brasília me dispus a trabalhar junto ao governo para ajudar esta cidade e, principalmente, seus moradores. Os grandes merecedores desta regularização são os moradores, que se assentaram irregularmente e mantiveram a esperança de se tornarem legítimos proprietários. Tive o privilégio de contribuir com este processo tanto prefeito de Olímpia quanto a frente do Programa Cidade Legal. Meu maior desejo é ver o povo de Olímpia orgulhoso e estas escrituras mudarão a vida de cada um de vocês”, destacou o deputado federal olimpiense, Geninho Zuliani.

“Não há palavras para descrever este momento. Desde 2014 eu acompanhando o processo de regularização fundiária em Olímpia junto ao programa Cidade Legal. E hoje, poder acompanhar a entrega das escrituras representando o secretário de Habitação é uma honra, pois é um árduo trabalho. Neste dia, com a escritura em mãos cada um de vocês é proprietário do seu imóvel dotado de segurança jurídica”, afirmou Daniela Altavista.

Após a entrega, ocorrida nas proximidades do CRAS I, foi realizada uma confraternização com show sertanejo, brinquedos para crianças e distribuição gratuita de lanches, refrigerantes, pipoca e algodão doce, promovendo uma grande festa para marcar o momento que entrou para a história do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here