Desde quando Alexandre Villela e Ana Ceze, proprietários do Nhô, anunciaram que fechariam as portas do botequim, vários investidores procuraram os empresários para comprar o espaço – uns tinham a proposta de mudar de nome, de cardápio, de estilo, outros propuseram assumir o espaço e manter a originalidade e respeitar a história escrita nesses últimos seis anos. Fotos Ricardo Boni

Entre dezenas de conversas, reuniões e propostas o negócio foi finalmente fechado no início deste mês de fevereiro e, a partir da próxima segunda-feira, dia 13, começa a fase transição, onde os novos proprietários Lucas Nassif, Natália Portes e Priscila Trindade assumirão o Nhô Botequim com a promessa de seguir a risca a proposta do espaço: oferecer um cardápio cheio de receitas artesanais criadas por Alexandre Villela, além de um amplo cardápio de bebidas com vários rótulos de cervejas, drinques e cachaças.

Esta fase de transição vai até a sexta-feira de Carnaval, dia 24 de fevereiro, com o Bloco de Carnaval “Viúvas do Nhô” – criado quando foi anunciado que o Nhô iria fechar as portas – porém os integrantes do Bloco não terão muito o que chorar e sim comemorar esta nova fase do botequim.

Depois disso, eles não vão atender até a quarta-feira de cinzas, dia 1 de março, para adaptações no espaço sem perder o aconchego e a “cara” inconfundível do Nhô.

No dia 2, eles farão uma noite de reinauguração com novidades no cardápio e muitas noites memoráveis para a alegria dos clientes.

O encontro

A paixão pelo Nhô é tanta que os novos proprietários escolheram o nome “Filhos do Nhô Bar” como razão social. “É muito delicado você escolher alguém que vai continuar com a sua marca, acho que a escolha dos filhos do Nhô foi principalmente pela experiência deles em trabalhar com rede, com franquias e a preocupação que eles mostraram em manter a nossa identidade”, conta Ana Ceze que está com foco no Nhô Empório.  “Estamos muito empolgados com esta nova fase”, diz.

Priscila Trindade tem um sorriso solto e os olhos brilham ao falar deste novo desafio da sua vida profissional. Paulistana, de 32 anos, sempre trabalhou em restaurantes, passando por marcas consagradas como grupo Rubaiyat e Outback. Durante dois anos trabalhou na Inglaterra. Ela, assim como Natália Portes, chegou em São José do Rio Preto para trabalhar na implantação de uma hambúrgueres. Ambas se apaixonaram pela cidade e decidiram ficar por aqui. Ela será responsável pelo atendimento operacional do bar.

Antigos proprietários 'passam' o uniforme para o trio que conduzirá o Nhô
Antigos proprietários ‘passam’ o uniforme para o trio que conduzirá o Nhô

anaNatália Portes, também paulistana, tem 30 anos e é aficionada por gastronomia. Com experiência de 10 anos na rede Outback com experiência em gerenciamento e treinamentos, ela é quem estará à frente da cozinha do Nhô Botequim. Desde a primeira vez que ela entrou no Nhô, se identificou com os temperos, as texturas e os sabores dos pratos do cardápio.

Lucas Nassif, de 25 anos, é de São José do Rio Preto e foi ele quem apresentou o Nhô para Natália e Priscila. Responsável por gerenciamento de obras, ele já trabalhou com marcas como Santo Fogo, Santo Expedito, Santa Terezinha, Montana e Griletto. Ele, que já era cliente assíduo do Nhô, atuará na gestão do bar, junto com a Priscila, e será o responsável pelas futuras manutenções e adequações estruturais do espaço.

Alexandre Villela, conhecido como Badaró, está empolgado com todas essas novidades de sua marca Nhô – criada com paixão e dedicação por meio de seus pratos autorais e cheios de atitude. Apaixonado por Itamar Assumpção, por viagens, por bebidas e por comidas, ele brinda com os novos proprietários esta nova fase do Nhô Botequim e segue em frente com sua esposa e sócia, Ana Ceze, para “temperar” com suas pitadas de criatividade certeiras o Nhô Empório que levará seus famosos pratos para restaurantes, empórios, feiras e casas de todo o país.

Os produtos do empório estão no site www.emporionho.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here