O prefeito de Celso da Usina, de Severínia, foi entrevistado ‘ao vivo’ no YouTube, pelo Diário de Olímpia, com link para o Facebook (veja abaixo), respondendo questões sobre o ‘grampo’ telefônico ocorrido no dia 17 de maio passado, pelo Ministério Público, onde aparecem o deputado federal Luiz Lauro (PSB) e o ‘lobista’ Fernando Vitor, da Organização Social Vitale.

Segundo a reportagem, “feita no dia 17 de maio, a chamada acontece após uma visita do lobista a Severínia. Ele pede desculpa ao prefeito por não saber da relação com Luiz Lauro Filho. Uma reunião é marcada entre Celso da Silva e Fernando Vitor, que afirma ter uma lista com as cidades que possuem gestão em saúde. Por fim, o lobista e o parlamentar combinam uma forma de identificar quais prefeitos são amigos”. E, acrescenta: “Em outra interceptação, no dia 8 de junho, o deputado federal do PSB e o investigado combinam um encontro. Fernando pede ajuda sobre o tio do político. Luiz Lauro é sobrinho do prefeito de Campinas, Jonas Donizette. Os áudios foram gravados na linha telefônica de Fernando Vitor com autorização da Justiça”.

Confira a entrevista completa aqui:

O prefeito Celso da Usina se defende e diz que foi apenas um diálogo descompromissado, até porque, segundo ele, a saúde em Severínia tem pessoal concursado, não caberia nenhuma OS para gerí-la. “A oposição está muito preocupada, e apressada, não apura corretamente os fatos”, lamentou o Celso.

Ele disse que estava em Brasília, como de hábito para solicitar recursos federais para Severínia, e que apenas ‘foi gentil’ com o Luiz Lauro, telefonando para Fernando Vitor, que, à época, não estava preso. Luiz Lauro não é alvo de nenhuma investigação. “Para os municípios que podem ter uma OS para a Saúde é uma boa, mas não para a nossa cidade”, assinalou Celso.

“Aliás, é um deputado, de meu partido, preocupado com a região que, ultimamente, liberou cerca de R$ 500 mil para a região, inclusive, parte desses recursos para Olímpia”, e lembrou que o prefeito de Severínia “investe o dobro do exigido legalmente para a Saúde, ou seja, 30% do orçamento, com muita honestidade”.

E, garantiu: “Em 2018, Severínia terá muita melhoria em relação à Saúde”.

LIMINAR: RITO DO ‘IMPEACHMENT’ ERRADO

Celso da Usina aproveitou para comentar que a Justiça de Olímpia concedeu liminar anulando o processo que instaurou o processo de investigação com pedido de cassação, de autoria da Câmara.

NATAL E RÉVEILLON

Finalmente, o convite para toda a região: na véspera do Natal, 24, na praça municipal, haverá show com o cantor Seu Moço e, na virada do ano, também na praça, com a Banda Skala.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here