O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) realizará nos dias 2, 3 e 4 de agosto, na Sede Social do Parque Aquático Thermas dos Laranjais (à Av. do Folclore, 1543 – Jd. Santa Efigênia), no município de Olímpia, simultaneamente a 18ª edição do Seminário Estadual de Fiscalização (SEFISC), o 10º Congresso Estadual de Profissionais (CEP) e a reunião anual do Colégio Estadual de Inspetores (CEI), importantes eventos para o aperfeiçoamento dos métodos de fiscalização profissional.

Seminário de Fiscalização

O início dos trabalhos acontece na sexta-feira pela manhã: o SEFISC, o mais importante evento de fiscalização do exercício profissional promovido pelo Conselho, espera reunir cerca de 2.200 profissionais, entre Inspetores (somente nessa função honorífica são mais de 1.600 pessoas de todas as regiões do Estado), Conselheiros, Diretores, Gestores e Agentes Fiscais do Crea-SP, além de presidentes e dirigentes de Entidades de Classe.

A programação visa ao treinamento dos Agentes Fiscais, Chefes e Gerentes Regionais do Crea-SP, com apresentações dos coordenadores ou representantes das Câmaras Especializadas do Conselho, que levarão aos participantes os planos de fiscalização para 2020, com base nas necessidades identificadas ao longo deste ano, tanto nas ações das forças-tarefas como na análise de processos da rotina dos Conselheiros.

Congresso Estadual de Profissionais

No sábado (3), no mesmo local, será realizado o CEP, encontro promovido pelo Conselho paulista a cada três anos, com o objetivo de discutir e propor políticas, estratégias, diretrizes e programas de atuação para os profissionais registrados no Sistema Confea/Crea a serem apresentados no Congresso Nacional de Profissionais (CNP), marcado para setembro na capital de Tocantins. Cabe aos participantes do CEP definir a delegação paulista com 44 profissionais (22 com mandato e 22 sem) que representarão o Crea-SP no CNP em Palmas.

Com o tema “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”, o Conselho organizou, de fevereiro a julho, seis Congressos Regionais nos municípios de Araçatuba (6 de abril), Igaraçu do Tietê (27 de abril), Ribeirão Preto (11 de maio), Americana (25 de maio), Praia Grande (15 de junho) e São José dos Campos (6 de julho).

Os profissionais apresentaram propostas com base em eixos temáticos como Inovações Tecnológicas, Recursos Naturais, Infraestrutura, Atuação dos Profissionais e das Empresas de Engenharia.

Para o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese Marinelli, “são em momentos como este que identificamos nossa maior responsabilidade: a criteriosa escolha de profissionais efetivamente comprometidos com as legítimas demandas da sociedade para representar com dignidade o Crea-SP no tradicional CNP”.

“Em termos internos, esta é a hora de propor as melhores ideias e soluções para o Sistema. Eventos como este nos possibilitam essa oportunidade e este é o momento em que não devemos desperdiçá-la”, conclui.

Colégio Estadual de Inspetores

No domingo (4) acontece a reunião do Colégio Estadual de Inspetores – CEI. O Colégio de Inspetores é um fórum permanente composto pelos inspetores e pelo Presidente do Crea-SP para auxiliar, discutir e propor diretrizes para a fiscalização do Conselho.

Na oportunidade será apresentado o resultado final de todas as ações de fiscalização regionais realizadas pelas equipes de força-tarefa do Conselho ao longo do primeiro semestre, em cerca de 600 municípios paulistas, onde foram fiscalizados mais de 310 mil profissionais e cerca de 60 mil empresas da área tecnológica.

O foco das ações de fiscalização realizadas em 2019 foram as diversas áreas de mineração, águas subterrâneas, barragens de contenção e hidrelétricas, indústrias de todos os segmentos (principalmente as vinculadas aos setores de petróleo, alimento, química, farmacêutica, borracha, cerâmica, bebida e agroindústria) e as chamadas obras de arte da engenharia (pontes, passarelas, túneis e viadutos), além de estabelecimentos hospitalares.

Para o encerramento dos trabalhos, está prevista a palestra sobre ética e tecnologia do Prof. Dr. Luiz Felipe Pondé, ensaísta, escritor e filósofo. De origem judaica, Pondé é médico formado pela Universidade Federal da Bahia, mas logo no início da carreira tomou o rumo da Filosofia, graduando-se e doutorando-se pela USP em parceria com a Universidade de Paris-VIII. Comentarista do Jornal da Cultura, Pondé também é pós-doutorado pela Universidade de Tel Aviv.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here