As escolas públicas e privadas do Estado de São Paulo podem reabrir a partir desta terça-feira (8) para aulas de reforço escolar, tutoria e atividades esportivas em regiões que estejam na fase amarela do plano de flexibilização econômica há, pelo menos, 28 dias. Já a retomada das aulas presenciais está prevista para o dia 7 de outubro em todo o Estado.

Apesar da autorização do governo do estado, cada prefeitura possui autonomia de decidir se as escolas vão reabrir, ou não, em suas cidades. Segundo o último levantamento da Secretaria Estadual de Educação, apenas 128 dos 645 municípios de SP devem reabrir para as atividades de reforço nesta terça. Já as 39 cidades da região metropolitana, que inclui a capital paulista, não devem reabrir as escolas na data autorizada pelo governo do estado.

A Prefeitura de Olímpia, em nota enviada a pedido do Diário, informa que “não há nenhuma definição sobre o retorno das aulas presenciais neste ano e que, por enquanto, as atividades continuam em caráter remoto”. No último mês, o município realizou uma pesquisa de opinião popular, por meio de enquete, a respeito do tema, que apontou que 94% dos moradores que participaram são contra a volta das atividades presenciais neste ano.

Recentemente, a Prefeitura de Olímpia já havia manifestado a sua decisão prévia de manter as atividades remotas, primando pela segurança e saúde dos 6 mil alunos da rede, professores e funcionários, “tendo em vista que Olímpia ainda está em um momento crítico em relação ao contágio pela Covid-19 e que seria inviável retornar às aulas apenas para cumprir alguns meses de ano letivo presencialmente, considerando ainda que a retomada deve ser feita gradualmente, ou seja, com a presença parcial dos alunos”.

A nota acrescenta “que a retomada depende também do faseamento em que as regionais de saúde se encontrarão no próximo mês, de acordo com o Plano São Paulo, mas foi dada autonomia pelo Governo do Estado aos municípios para decidir sobre o retorno e a questão vem sendo discutida com os setores envolvidos”.

Para que as aulas presenciais retornem em outubro, todo o estado de São Paulo deve estar no amarelo em setembro, o que também não é o caso de Olímpia que não completou o ciclo de 28 dias nesta fase.

Além disso, só poderão participar dessas atividades alunos que tiverem autorização dos pais. Estudantes e profissionais do grupo de risco permanecem, obrigatoriamente, em atividades remotas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here