Cobradores estavam na ‘tocaia’ desde ontem e Euripinho sabia, diz delegado. E tem ‘contratante’

1
7018

O delegado titular de Guaíra (SP), Evandro Abrão Nacle, que está substituindo até a próxima sexta-feira (14) o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Olímpia, Marcelo Pupo de Paula, deu entrevista para o Diário de Olímpia na tarde desta terça-feira (11), acerca do tiroteio ocorrido na rua Senador Virgílio Alves, através do Posto Cergal, por volta das 9h, envolvendo o pai do cantor Euripinho Sollo, Eurípedes Augusto, 58, e mais cinco pessoas. Quatro estão feridas, inclusive Euripinho ‘pai’.

Segundo revelou o delegado, desde ontem à noite (10), os cobradores que vieram de São José do Rio Preto já estariam rondando, entre eles, um policial militar reformado (que não se feriu, e que se defende por legítima defesa), a casa de Euripinho e outros pontos da cidade. O delegado disse, ainda, que Euripinho, sabendo do fato, se cercou de pessoas para fazer a sua segurança. “Todos estavam armados”, disse.

delegado-Evandro-Abrao-Nacle

Evandro Abrão confirmou que se trata de cobrança ‘de uma dívida com valor alto, em torno de R$ 350 mil’, mas não confirmou informações que chegam que o cobrador mandante seria um profissional liberal de Rio Preto. “Eu recebi essa informação também, mas prefiro não falar, até porque não sei da veracidade da fonte, mas estamos investigando”, revelou o delegado.

O delegado disse que a família de Euripinho, que foi baleado (VEJA A SITUAÇÃO DE CADA VÍTIMA ABAIXO) nega a dívida, que já fora paga.

O Diário recebeu a informação de que uma dívida de R$ 350 mil foi paga em duas vezes de R$ 175 mil e que os juros foram pagos à parte em cinco cheques.

O tiroteio foi enquadrado na Delegacia de Polícia como tentativa de homicídio, ainda está sendo elaborado o Boletim de Ocorrência, e será ouvido imediatamente após a alta hospitalar, além do policial reformado, que até foi ameaçado por parente da vítima (e a live do Diário registrou, logo cedo), Euripinho, pai. Os demais, oportunamente, segundo o delegado. Esse policial reformado que fazia parte dos cobradores que vieram cobrar, todos armados, disse que agiu em legítima defesa. E não foi ferido.

QUADRO DE SAÚDE DAS VÍTIMAS

LAÉRCIO MARQUES, de 57 anos, de Olímpia, passou por uma cirurgia na Santa Casa de Olímpia. Nele, as balas causaram ferimentos no tórax (região abdominal) e no rosto. Seu estado de Saúde é grave.

LEANDRO RIBAS DA SILVA, 40 anos, de São José do Rio Preto, recebeu os primeiros atendimentos na UPA e foi transferido, por volta das 13 horas, para a Santa Casa de Barretos. Paciente deu entrada no setor de Emergência com perfuração na região occipital (próximo da nuca) projétil alojado na parte interna do crânio. Estado grave, com indicação de tomografia para avaliação de neurocirurgia.

EURÍPEDES AUGUSTO, de 58 anos, de Olímpia, levou um tiro no braço e teve fratura exposta. Ele foi transferido para a Santa Casa de Olímpia, onde permanece em observação e o seu quadro clínico é estável.

PAULO SÉRGIO VIEIRA, de 45 anos, de Olímpia, levou um tiro no ombro esquerdo e teve a bala retirada. Seu estado de Saúde é estável, e logo após passar pela UPA foi encaminhado para prestar esclarecimentos na Polícia. Todos os pacientes estão sendo atendidos sob escolta policial.

A ENTREVISTA DO DELEGADO

1 COMENTÁRIO

  1. Devia ter detido o policial, tava como jagunso foi armado até a casa do outro legítima defesa seria se fosse o morador da residência

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here